Cultura & Comércio

Wilson Otero
E Tenho Dito!
Colunista
Wilson Otero
José Raimundo
Crônica Do Leão
Colunista
José Raimundo
Fernando Wardi
Nossa Terra
Colunista
Fernando Wardi
Maria Das Graças Babá Reis Couto
Comportamento
Colunista
Maria Das Graças Babá
Clemer Gouvêa
Culinária
Colunista
Andrea Otero
José Guedes
Coluna Do Zé
Colunista
José Guedes
Maria Efigênia
Histórias Para Pensar
Colunista
Maria Efigênia
Leo Marques
Bafônicas
Colunista
Leo Marques
Wesley Fortes
Semana na Câmara
Colunista
Wesley Fortes
Leo Alves
Seu Direito
Colunista
Leo Alves

APRECIE SUAS HORAS DE RECOLHIMENTO.

E-mail Imprimir PDF
Hoje, muita gente vive a solidão como uma situação embaraçosa. Especialmente as mulheres,  que crescem acreditando que precisam sempre se voltar aos outros, família, marido, namorado ou filhos. Fica a impressão, que me parece equivocada, de que estar sozinho é ruim, negativo, algo que nos diminui aos olhos dos outros. É um erro associar recolhimento a fracasso e idealizar a vida alheia: “Sua tristeza não vem da solidão. Vem das fantasias que surgem na solidão. Ela não é verdadeira.”
Fortalecer a auto-estima é o primeiro passo para se sentir completo, independente da aprovação do outro.  Ao contrário, períodos de recolhimento são importantes para avaliar o rumo da vida. “São momentos de acalmar as emoções e se desligar do cotidiano, para obter clareza nas prioridades e no que é preciso para ser feliz.
Às vezes, desperdiçam-se oportunidades de reflexão emendando uma atividade na outra. Essa é uma das muitas formas de fugir de si mesmo. Sábio, é o corpo que ao cansar desses escapes exige uma pausa para que haja uma recomposição interna. “Uma enxaqueca ou dor nas costas valem como aviso de que é preciso sair da roda-viva”.
Aproveite para descobrir como usufruir dessa liberdade pessoal. Observe-se sem medo. O primeiro passo é concretizar metas sem vinculá-las ao encontro com a pessoa perfeita, princesa ou príncipe encantado que vai se encaixar em seus sonhos. Deixe que todo tipo de ideia venha à cabeça e avalie por que você está pensando nessas coisas. Mesmo que o problema não seja resolvido na hora, sua observação vai abrir caminho para uma solução futura. Tente também mudar os padrões de pensamento, desenvolvendo sua criatividade: Desenhar, pintar, bordar, escrever ou realizar qualquer atividade que vá contribuir para você contatar seu universo interior. Ampliar seu leque de interesses e buscar adquirir conhecimento, ir ao cinema, frequentar eventos culturais. “Quem sai e circula acaba conhecendo gente interessante”. Para isso, é preciso reprogramar o olhar sobre outras pessoas, com menos preconceito e mais condescendência, humildade e disponibilidade. Certamente, vai-se descobrir em sua volta gente com idéias e opiniões interessantes, fazer novos amigos e, quem sabe, até encontrar um amor. Também, pode procurar refúgio na espiritualidade, que traz quietude e reflexão. No relaxamento que é uma prática que ajuda você a perceber melhor sua mente e seu corpo. “Períodos de recolhimento são momentos de acalmar as emoções e se desligar do cotidiano, obtendo clareza nas prioridades e no que é preciso para ser feliz”.  Momentos para ter discernimento de quando basta ficar consigo mesmo e quando é melhor procurar companhia.

( 0 Votes )
 
You are here: Home Matérias Comportamento APRECIE SUAS HORAS DE RECOLHIMENTO.